Resenha de Série: Arrested Development

Oi, como vão os senhores?

Recentemente, estava lá eu indo assistir o sagrado Breaking Bad de cada dia, quando me deparo com algo incomum: Um ad. na página inicial do Netflix. Ads? No Netflix?? Do PS3???

Na realidade, era uma propaganda do próprio Netflix sobre novas temporadas de uma série chamada Arrested Development.

A série é no formado de Sitcom, mas não no estilo “Friends” ou “Two And a Half Man”, com um auditório e as risadas -na maioria das vezes- falsas gravadas na década de 1950. É um Sitcom com um formato semelhante aos documentários, com a locução de Ron Howard (link para a página dele na Wikipédia), Lembrando muito de Modern Family, que, assim como Arrested Development, é/era transmitido na Fox.O elenco da série é simplesmente sensacional, contando com uns dos meus atores favoritos (Michael Cera como George Michael e Jason Bateman como Michael Bluth).

Mas eu não sabia disso, nem me importei muito na época. Algumas semanas depois, enquanto escutava o Nerdcast sobre física quântica, passei os olhos em um tweet do Kid (Izzy Nobre – hbdia.com) ande o mesmo perguntava à seus seguidores quais deles assistiam a série. À partir deste momento me interessei muito pela série, e quando fui finalmente assisti-la, me surpreendi com o quanto me viciei nessa série. É uma daquelas séries que te intrigam a ver o próximo episódio, mesmo sendo uma série comédia

Nota: 9.8 Mr. Banana Grabbers de 10 Bluth Frozen Banana Stands (9.8/10)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s