Déjà Vu – Pedras Flamejantes e Ônibus Sentimentais

Não, sem chances. As figuras paternal e maternal te empurram para longe de suas metas. Compararia-as com Ilusionistas sem remorso. Agora quanto a você. Me lembrei que também possuis olhos, que podes me ver. Isso é bom, mas não quero seus olhos. Nem sua mão, nem seu braço, seu abraço. Eu quero a sua alma, afinal, tu me deves uma. Ainda assim te vejo triste. Ainda assim te vejo feliz. Ainda assim vejo uma pedra, uma porta, uma estátua. Ainda assim, um poço de sensibilidade. Como?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s